Seguidores

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

O PODER DA MULHER QUE ORA - Esboço de Bárbara Pinheiro

Vemos na palavra de Deus, em Lucas 11: 1 – 4 um dos discípulos de Jesus lhe pedindo: “Senhor, ensina-nos a orar!” Ali temos o modelo da oração dominical, como se deve orar ao nosso Senhor. 1. Devemos louvar a Deus por tudo quanto Ele tem feito por nós; 2. Devemos pedir o que precisamos como: perdão dos nossos pecados, provisão para nossas necessidades, livramentos; 3. Interceder por nosso próximo; 4. Orando ao Pai em nome de Jesus; Em João 14:13 diz nos a bíblia que: “Se pedirdes alguma coisa em meu Nome eu o farei.” 5. Ouça a voz de Deus como está escrito em I Samuel 3. 9-10: “Se Ele te chamar diga: Senhor, fala porque teu servo ouve.” Você pode orar: a. Em voz alta: (em tudo seja conhecida as vossas petições (Fl 4.6) b. Em silêncio (entra no quarto, fecha a porta e ora em oculto (Mt 6.6) c. Em línguas estranhas (o que fala em línguas, fala a Deus e edifica a si mesmo ( I Co 14: 2, 4) Você pode orar de várias maneiras: a. Em pé: Lc 18:11 b. Prostrado; Mt 26: 39 c. De joelhos: Lc 22:41 d. No templo; Lc 2.36 e. De madrugada: “Eu amo aos que me amam e os que de madrugada me buscam me acharão.” Pv. 8.17 Temos exemplos de homens e mulheres na bíblia que oraram ao Senhor e tiveram grande êxito, pois se derramaram diante de Deus em uma oração sincera. Vemos em II Reis 20.1 o rei Ezequias estava condenado a morte, mas virou-se para a parede e chorou abundantemente, clamou a Deus, e o Senhor lhe acrescentou mais 15 anos de vida! Uma mulher moveu a mão de Deus em seu favor, e isto mostra o poder que você tem como mulher de Deus, mulher que ora, que chora na presença do Senhor e vê o seu agir. O nome dessa mulher era Ana, era estéril e amargurada de espírito, por conta de Penina sua rival. I Samuel 1. 9-20 Vemos que Ana: 1. Com amargura de alma, clamou e chorou ao Senhor (10) 2. Fez um voto a Deus (11) 3. Perseverou na oração (12) 4. Foi tida como embriagada (13) Quantas vezes somos julgados pela aparência, por termos desejo de receber algo de Deus e sermos insistentes, mas a resposta certa vem dos lábios do Senhor! (Pv. 16.1) 5. Ana responde humildemente ao profeta e não aceita a acusação: (14) 6. Reconheceu a situação que estava vivendo – atribulada de espírito; (15) 7. Se derramou diante da presença do Senhor: (16) 8. Recebeu a benção do sacerdote (17) 9. E depois se foi e comeu! E o seu semblante não era mais de tristeza! Quando estamos aflitos, não queremos comer, não queremos viver, nem fazer coisa alguma, mas aquela mulher tinha algo de especial a nos ensinar, embora estivesse aflita, ela se dobrou diante do Senhor, que tudo pode, não foi reclamar ao seu marido, nem com o sacerdote, foi para os pés do Senhor, e Deus lhe ouviu de uma forma maravilhosa lhe dando o que desejava o seu coração, lhe curando de toda aflição, e lhe fazendo viver feliz! 10. Levantaram-se de madrugada e adoraram ao Senhor (19) A mulher que teme ao Senhor, não é desleixada na oração, em todo o tempo ela busca a Deus em oração, para que o Senhor guarde sua casa, e lhe entregue o que necessita. A seu tempo o Senhor lhe deu o filho que tanto ela pediu, cumpriu o voto e lhe entregou ao senhor. • A mulher que ora, também é grata ao Senhor, ela é honesta nas suas atitudes e palavras, ela cumpre o que tem colocado diante do Senhor em momentos de aflição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário